Conferências IF Farroupilha, Congresso e Seminário Mobrec 2018

Tamanho da fonte: 
A FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA ATUAÇÃO NA ESCOLA INDÍGENA: DISCIPLINARIZAÇÃO E INSTITUCIONALIZAÇÃO DO ENSINO DE LÍNGUA(S) INDÍGENA(S)
Bruna Cielo Cabrera

Prédio: Colégio Coração de Maria
Sala: Eixo II - 2b - Sala A
Data: 07-06-2018 01:30  – 05:30
Última alteração: 03-06-2018

Resumo


Com menos de 50 anos, a escola indígena nos moldes que a conhecemos é uma construção política relativamente nova, o que torna os cursos de graduação para a formação de professores que venham a atuar nestas escolas mais recentes ainda. Este trabalho tem como foco cursos de graduação do Brasil que são intitulados como “Interdisciplinar Indígena” e que são propostos à habilitação de professores para exercício docente, não apenas, mas principalmente, em escolas de educação indígena. Partindo do gesto de leitura de um arquivo constituído por documentos pertinentes à disciplinarização de línguas indígenas no Ensino Superior, propomos uma discussão tanto no âmbito teórico da Análise de Discurso Francesa quanto no da História das Ideias Linguísticas. Esse arquivo é composto por materialidades heterogêneas, tais como Projetos Pedagógico de Curso, ementas de disciplinas, bibliografias, entre outros. Dessa forma, debruçamo-nos sobre um ponto-chave na organização educacional brasileira: parte da história brasileira sobre o processo de escolarização dos sujeitos indígenas, bem como a formação de docentes para a área. Buscamos compreender como está se dando o processo institucionalização e disciplinarização de língua(s) indígena(s) no Ensino Superior através de cursos de graduação do Brasil com foco na formação de professores para o ensino na área de Linguagens em escolas indígenas e, também, quais efeitos de sentido estão sendo produzidos através dessa construção de conhecimento linguístico e práticas didáticas de ensino de línguas.



É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.