Conferências IF Farroupilha, Congresso e Seminário Mobrec 2018

Tamanho da fonte: 
LITERATURA E MICROPOLÍTICA DA HOMOSSOCIALIDADE (OU A COMPLEXIZAÇÃO DE UMA PARTE DO DIABO DO TECIDO SOCIAL)
Anderson Proença de Andrade

Prédio: Colégio Coração de Maria
Sala: Eixo II - 2b - Sala A
Data: 07-06-2018 01:30  – 05:30
Última alteração: 03-06-2018

Resumo


Resumo: Eminentemente bibliográfico, e gestado a partir da atuação como educador do Pré-Universitário Popular Alternativa, com a finalidade de complexizar literatura e homossocialidade, o presente estudo faz uma sinergia entre a ficção de João Gilberto Noll e o tecido social contemporâneo. As contribuições sociológicas de Michel Maffesoli, Michel Foucault e Gilles Deleuze indicam o prisma difuso da homossocialidade. As contribuições de Gianni Vattimo e Giorgio Agamben indicam a possibilidade de a obra de arte, na contemporaneidade, assumir uma finalidade micro(política). A partir dessas correlações, entende-se que a ficção brasileira contemporânea, em especial a de João Gilberto Noll, se insurge como possibilidade de assumir uma parte do diabo que nos cabe, ou seja, a de complexizar a faceta da homossocialidade no tecido social contemporâneo, questão que o texto ficcional faz vazar e irradiar contra uma lógica da identidade estritamente moderna, em especial, quanto à sexualidade.

 

Palavras-chave: ficção brasileira contemporânea, homossocialidade; sexualidade, corpo; desejo.


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.