Conferências IF Farroupilha, Congresso e Seminário Mobrec 2018

Tamanho da fonte: 
AS INFÂNCIAS EM PAULO FREIRE: A CASA, AS CARTAS PARA UMA CRIANÇA E O MUNDO LÁ FORA
Ana Felicia Guedes Trindade, Cristiane dos Santos Alves, Fernanda Poletto

Prédio: Clube Dores
Sala: Eixo I - 1d - Salão Nobre
Data: 07-06-2018 01:30  – 05:30
Última alteração: 03-06-2018

Resumo


Resumo: A força desse trabalho repousa sobre duas reflexões: as relações construídas entre Paulo Freire e as Infâncias a partir de uma pedagogia includente e as cartas trocadas entre Paulo Freire e uma criança. A segunda força atua nos entornos da primeira, desejando trazer à presença de todos e todas, a preocupação de Freire com uma educação transformadora voltada para todas as pessoas, de todas as idades e realidades. As cartas escritas por Freire, a uma criança de nove anos, em seu necessário exílio político, no Chile, em tempos de ditadura militar, no Brasil, atua na concretude de uma amorosidade tamanha de Freire, atravessada por um respeito humano a uma infância. A força dessa humanidade inquietou-nos a ponto de desejarmos ler o livro e debruçarmo-nos sobre as cartas destinadas a uma criança. Esse trabalho representa a primeirice de uma pesquisa empírica, plenamente tecida por uma alegria cultural, inspirada pela força da obra freireana sempre ter pensado as Infâncias. Estamos fiando os seus primeiros e próprios fios, tecendo um pensar mais específico das relações crianças-Freire, e que acreditamos, se desdobrará como um tecido político colaborativo nas aberturas cognoscentes sobre os campos de estudos que defendem as infâncias.



É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.